DJI poderá bloquear seu drone se não tiver registro oficial

Em um anúncio sobre atualizações de firmware, a DJI comentou sobre uma novidade um pouco controversa: todos usuários de drones da marca serão obrigados a registrar um novo processo de ativação no site da DJI. Caso os usuários não façam esse novo registro, a DJI poderá inutilizar totalmente o seu drone.

Apesar da novidade ser um pouco polêmica, ela foi pensada para ajudar os usuários: cada país tem a própria regulamentação sobre drones, então, ao registrar o drone e atualizar com o firmware adequado no site da DJI, o usuário poderá voar de acordo com as regras locais.

Como a própria DJI indicou em comunicado, caso o drone não passe pelo processo, ela sofrerá alguns “cortes”. Por exemplo, ele poderá voar dentro de um raio de apenas 50 metros. Além disso, não poderá ir além dos 30 metros de altura. Outro ponto: a câmera não será capaz de realizar stream de imagens e vídeos par ao celular ou controle, tornando praticamente impossível bater fotos aéreas. Com todas essas limitações, o drone fica virtualmente inutilizável.

Vale notar que, no Brasil, Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou recentemente quais são as regras para se voar por aqui. O registro no site da Anac é obrigatório para quase todos os drones, além disso, você acompanha abaixo as novas regras:

  • Drones com peso inferior a 250 gramas: não precisam ter qualquer cadastro
  • Drones de 250 gramas a 25 quilos: cadastro no site da Anac
  • Drones com mais de 25 quilos: registro (habilitação) na Anac

Quer comprar um drone ou vender ?
Acesse www.mercadrone.com.br

 

 

FONTE: TECMUNDO

Share

2 comentários em “DJI poderá bloquear seu drone se não tiver registro oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *